top of page
  • Foto do escritorLuzimar Soares

Clube de Leitura

Guarulhos, 04 de dezembro de 2023.

Luzimar Soares*


Experimentar, experenciar, ler, estudar, devorar, entender, deleitar-se com cada leitura é algo que sempre me atraiu. Costumo dizer que as leituras me levam para os melhores lugares que já estive. Cada livro que leio, cada história que me aproprio, cada narrativa me faz querer ler mais, os últimos anos e especialmente o ano de 2020, no período da reclusão imposta pela pandemia da Covid-19, li mais do que nunca, todos os livros que pude, cada leitura a qual tive acesso, leituras que desconhecia, especialmente aquelas que tratam do universo feminino.



Crédito da imagem: UNICO - Universo Coletivo de Leitura, Guarulhos, SP.


Foi nesse ano também que, indicada por minha parceira de trabalho Luciene Carris, fui aceita em um clube de leitura. A primeira vez que me recordo de ver um clube de leitura foi quando em 1989, fui levada pela minha professora do primeiro ano do ensino médio; ela lecionava português e literatura e nos levou ao cinema para assistir ao filme Sociedade dos Poetas Mortos. Os encontros dos estudantes para lerem e discutirem suas leituras me deixou fascinada. E, em 2020, comecei a fazer parte de um clube de leitura.


Dado o momento que vivíamos, o clube foi criado de maneira remota e, uma vez que o mediador, professor Marcos Alvito Pereira de Souza, ou simplesmente Alvito como o chamamos, mora no Rio de Janeiro, isso impossibilitaria minha presença. Meu ingresso no clube se deu e começamos a ler Gabriel Garcia Marquez – Cem anos de solidão. Não preciso dizer que foi amor à primeira página. Não terminamos a leitura desta obra, mudamos para contos, o que me deixou ainda mais apaixonada pela literatura.


Ler desperta em mim uma vontade enorme de escrever e expressar meus pensamentos, de reavivar memórias e de criar. Foi assim que escrevi uma das minhas obras A Dor de Ser Ana. Livro que trata das minhas memórias e de como sempre experenciei ser filha de uma mulher que até a atualidade vive uma vida pensada por outras pessoas. O universo feminino é complexo e o de uma octogenária, nordestina, analfabeta, pode ter muitas dores guardadas, camufladas e até mesmo expostas através de comportamentos agressivos para com os que ela mais ama, seus próprios rebentos.


Eis que, em 2023, mais especificamente em 25 de novembro, estive presencialmente em um clube de leitura, dessa vez, não apenas como leitora, mas como autora, pois a obra discutida era a minha. O livro que escrevi com a história da minha mãe, e as minhas memórias estavam ali, sendo pensadas por mulheres que amam a leitura, que buscam a literatura, leem, discutem, vivem e confraternizam juntas as descobertas e as delícias que ler pode trazer.




Capa do livro A dor de ser Ana, de autoria de Luzimar Soares.


As mulheres do UNICO – Universo Coletivo de Leitura, que trazem em sua descrição de uma rede social (Instagram) a seguinte descrição: É um coletivo de leitores que se reúne para compartilhar leituras literárias na cidade de Guarulhos. Bom esse UNICO, se reúne todo ultimo sábado de cada mês para discutir uma leitura diferente, em um espaço físico. O espaço, é o mezanino de uma Biblioteca Pública, isso por si só já representa muito.


As mulheres leitoras, se apropriam de um bem público para disseminar cultura. A Biblioteca em questão, é a CML Luiz de Camões que fica no bairro Gopoúva em Guarulhos – SP. Trata-se de um espaço democrático, que recebe doações e que está sempre aberto para quem gosta de ler e de discutir literatura e que, do meu ponto de vista, deveria ser mais divulgado...

O Brasil tristemente não é um país com muitos leitores, nosso hábito de leitura infelizmente é bem baixo, uma pesquisa realizada pela CENPEC – (Uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que promove equidade e qualidade na educação pública brasileira) efetuada em 2019, traz o seguinte dado:


No Brasil, existem cerca de 100 milhões de leitores, que compõem 52% da população. É o que mostra a 5ª edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, divulgada no último dia 14 de setembro, com dados de 2019. Esses leitores são, em números absolutos, não estudantes (61,2 milhões), da classe C, D e E (70 milhões) e de renda familiar entre um e cinco salários mínimos (76,3 milhões). [...] A pesquisa revela que houve uma queda de cerca de 4,6 milhões de leitores, entre 2015 e 2019. A Retratos da Leitura no Brasil é realizada pelo Instituto Pró-Livro (IPL), Itaú Cultural e IBOPE Inteligência, e considera leitora toda pessoa que leu, inteiro ou em partes, pelo menos um livro nos últimos 3 meses antes de sua realização.

Ao pensar os dados acima, é impossível não me sentir absolutamente lisonjeada em ver minha obra sendo lida, discutida, apropriada e divulgada por um clube de leitura. Assistir às pessoas lendo minha criação, mas para muito além disso, saber que os meus escritos, sensibilizaram algumas pessoas a ponto de promover discussões entre seus familiares e amigos, me traz o contentamento que busco quando escrevo algo. Portanto, agradeço imensamente ao UNICO – Coletivo, pelo carinho com que me receberam e por difundirem a leitura e o pensamento crítico.


Para finalizar, gostaria de sugerir àqueles que estiverem lendo este texto a presentearem amigos e familiares com um livro. A leitura abre horizontes e cria novas possibilidades de ver a vida. Viva a leitura, viva os livros e viva os coletivos e clubes de leitura que seguem resistindo.


Referências:

ALVES, José. Retratos da leitura no Brasil: por que estamos perdendo leitores. Disponível em: https://www.cenpec.org.br/tematicas/retratos-da-leitura-no-brasil-por-que-estamos-perdendo-leitores. Acesso em 01 Dez. 23.

BERNARDO, Luzimar Soares. A dor de ser Ana. Paraná: CRV, 2021.

Centro de incentivo à leitura Luis De Camões. – Biblioteca Pública. Disponível em: http://bibliotecas.cultura.gov.br/espaco/13353/. Acesso em: 25 Nov. 23.

Guarulhos Cultural. Obra da guarulhense Luzimar Soares Bernardo é tema de encontro no CMIL Luiz de Camões. Disponível em: https://guarulhoscultural.com.br/obra-da-guarulhense-luzimar-soares-bernardo-e-tema-de-encontro-no-cmil-luiz-de-camoes/. Acesso em 24 Nov. 23.

UNICO - Universo Coletivo de Leitura. Disponível em: https://www.instagram.com/unic.oletivo/. Acesso em 25 nov. 23.


*Luzimar Soares é historiadora (PUC-SP/USP).


Gostou do texto? Então não deixe de clicar no coração aqui embaixo e de compartilhar. E deixe seu comentário ou dúvida!

39 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page